Nos países da língua Inglesa os irmãos Wright são conhecidos por terem realizado o primeiro vôo de uma aeronave mais pesada que o ar. Mas no Brasil não! Aqui, o nome “Alberto Santos Dumont” que dá o nome a aeroportos, auto-estradas, praças, ruas, e muito mais. Ele é oficialmente um herói nacional, com um lugar no Panteão, em Brasília. No Brasil os Irmãos Wright ficam na nota de rodapé em um livro de história.

alberto_santos-dumont_28191829
Santos Dumont, de Wikimedia

Em Petrópolis, uma hora ao norte do Rio de Janeiro, visitamos a sua casa e museu, entre outras atrações nesta cidadezinha linda imperial. O caminho já vale a viagem por si só, a estrada sinuosa pelas serras com várias vistas maravilhosas.

Santos-Dumont trabalhou ao mesmo tempo de muitos outros inventores, cada um aprimorando o trabalho do anterios. Ele começou com balões e dirigíveis, eventualmente incorporando asas, e finalmente um “avião” em pleno funcionamento, no sentido moderno da palavra, o famoso 14-Bis. O 14-Bis vôo mais de 100m em Bagatelle, Paris, foi o primeiro voo gravado pela recém-formada Federação Internacional da Aeronáutica.

santos_-_nov12_1906
Primeiro voo do 14-bis, do Wikipedia

(Hoje, as mesmas “Federação Internacional da Aeronáutica” dão prêmios para quem ficar mais tempo no espaço e para circunavegar a Terra – uma grande mudança em pouco mais de 100 anos)

Suas façanhas o tornou famoso em todo o mundo, inclusive o seu estilo único foi copiado pela moda, o uso de relógios de pulso virou tendência. Você já deve ter ouvido falar do amigo dele o relojoeiro Louis Cartier! Dumont teve um relógio feito especialmente para ele, foi um dos primeiros relógios de pulso do mundo. Como ele precisava ter as duas mãos livre nos voos, pediu para o seu amigo que fizesse um relógio que ele não precisasse tirar do bolso para ver as horas e assim pudesse cronometrar os voos. E então Cartier fez. Depois de anos de fama e sucesso na Europa, Santos Dumont voltou ao Brasil para continuar suas pesquisas e seus livros. O título deste post é retirado do nome de sua autobiografia, “O que eu vi, o que nós veremos“. Infelizmente, sua vida mais tarde foi marcado por uma trágedia, passou os seus últimos anos bem doente, e eventualmente se suicido em 1932.

IMG_0927

Sua casa, agora o museu Santos Dumont em Petrópolis, está situado num local improvável, no lado de uma colina íngreme. Diz-se que ele escolheu especialmente este terreno para testar a sua criatividade, colocando uma casa confortável em um lugar tão estranho. A construção é bem moderna para a época, espaçosa dentro do possível e super funcional. Nós brincamos que ele inventou o “home-office”, bem como o avião. A sua casa é como um lego, a mesma mesa de trabalho é usada como cama e mesa de jantar. A casa é bem legal, vale a pena uma visita. Eu encorajo a todos a ler este artigo de 2014 sobre sua vida.

Acho que já deu de história né…

Nossa visita de final de semana foi curta, mas bem proveitosa, junto com a minha irmã e mãe. Nós aproveitamos o máximo, até entrar de penetra em uma festa no sábado à noite, beber uns vinhos e comer uns petiscos à custa de uma sociedade local, fizemos. Ops!

Dica: Visite a Casa Claudio De Sousa, e você também pode comer de graça. Será? Hihihi…

IMG_0895IMG_0935

Nós ficamos no Hostel 148, um pouco longe do centro, mas o mais em conta e com as melhores referências. Bem legal até, com um café da manhã gostosinho.

IMG_2375

Há muito para ver em uma visita curta, muitas mansões, casarões…museus, praças.

IMG_0889

E, claro, a cervejaria Bohemia.

IMG_2390

O Brasil não é famosa por sua cerveja, porque a maior parte delas são bem sem graça. Mas isso parece estar mudando, e agora até mesmo as grandes marcas estão se aventurando lentamente para o mercado de cervejas “artesanais“. Provamos algumas Bohemias especiais, interessante, mas nada de tão especial assim. O legal que a visita é gratuita, então vale a pena.

Na viagem de volta ao Rio, tentamos ir de carro a um mirante no alto das montanha perto da cidade, mas a estrada foi ficando pior a casa curva até simplesmente acabar. Ficamos presos entre um penhasco e o fim da estrada. Foi difícil fazer a volta para descer. Mas até que deu para curtir a vista lá de cima. Daí pegamos a estrada de volta para o Rio depois de um agradável final de semana em família.

IMG_0953

Preços

  • Museu Casa Santos Dumont: R$8 / €2
  • Cervejaria Bohemia: Entrada gratuita  (Mas você certamente vai comprar bebidas na loja)
  • Palácio de Cristal: Entrada gratuita!
  • Bebidas de graça: De graça!
  • Hostel 148: R$35 / €10 por noite
  • Bebidas e comidas: Um pouco mais caro do que esperavamos, pois é uma cidade turistica.
Advertisements