Se você ainda não leu a parte 1 de nossa viagem ao Rio, clique aqui para voltar e ler um pouco sobre artilharia pesada, Jogos Olímpicos, e mudanças climáticas.

IMG_6108

Nas metrópoles Brasileiras algumas empresas e principalmente bancos investem em cultura e programas de patrocínio. A Caixa, um dos maiores bancos brasileiros, tem o espaço Caixa Cultural bem no centro do Rio, por trás da catedral. Há um cinema, galerias, salão de música, etc. Quando visitamos estava acontecendo um festival de cinema Franz Kafka, acabamos assistindo o intrigante filme “O ProcessoOrson Welles 1962, super recomendo, mas é bem longo já fica a dica. Na sala ao lado estava uma exposição bem interessante de arte pan-americano, parte patrocinada pelo governo venezuelano. Sim Venezuelano, surpreendentemente estranho que em 2016 onde sua actual situação económica não é das melhores, com até falta de papel higiênico, eles venham a patrocinar uma exposição de arte no Brasil. Vai entender, né!

IMG_6072

Depois de sair do cinema, fomos correndo para a cafeteria para tomar algo quente. Os cinemas brasileiros são sempre super frios, mas muito mesmo, com o ar condicionado sempre no máximo, eu nunca entendi o porque disso. Um horror!

De lá nós tínhamos ouvido falar sobre uma vernissage que estava sendo realizada no Centro Cultural da Justiça Federal, o antigo Supremo Tribunal Federal, antes de 1960, como era ali do lado resolvemos dar uma passada. Com bebidinhas de graça acabamos ficando mais tempo por lá. Um prédio super interessante e belo, vale super a pena uma visita mesmo que não estiver com alguma exposição. Muito mais tarde, nós tropeçamos em uma festa de rua nas proximidades. Um sambão, com banda na calçada do bar e as ruas próximas super lotadas, parecia até carnaval. Não é difícil encontrar uma dessas festas em uma noite de fim de semana no Rio, isso a qualquer época do ano. Muita música e cerveja não precisamos dizer que o dia seguinte não foi tão prazeroso. Ressaca!

IMG_5981

O Rio são vários Rios, o centro é uma coisa e a costa é outra completamente diferente, cada bairro um mundo cada morro uma lei. Passar o dia passeando ao longo das praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, você verá os cariocas de classe média alta curtindo a sua vida privilegiada. E é claro no meio, junto e misturado muitas pessoas ralando para servir esta minoria. Filas após filas de bares de praia, quadras de vôlei, pontos de aluguel de pranchas de surf, caiaques, muitos guarda-soeis e espreguiçadeiras é claro.

Não é comum ver pessoas nadando no mar por aqui, as águas do mar ao redor do Rio são fornecidos por uma corrente Antarctic profunda. Então a água é super gelada e o mar não é para peixe não. Um ótimo local para apreciar a vista por aqui é a Pedra do Arpoador. É um afloramento de rocha que divide as praias de Copacabana e Ipanema. No por do sol é bem popular para beber, fumar e assistir os surfistas mostrarem seus truques.

IMG_6157

Para uma experiência mais refinada, uma oportunidade perfeita para usar o limite do seu cartão de crédito, o Copacabana Palace. Fizemos uma visita neste lindo e famoso hotel para alguns cockteis depois do almoço, caro para caramba, mas se convertermos fica o mesmo preço de Dublin, em um pub normal de esquina. Para você ver como dublin é caro. Felizmente eles servem as bebidas com uma porção de petiscos, então na verdade, foi mais barato do que em um bar por lá, tipo o Pygmalion. Palmeiras e piscinas ao ar livre também é bem raros em Dublin. Conclusão: se você está acostumado com os preços da Europa vale super a pena ir lá para alguns cockteis.
Para europeus é Louco Barato!

IMG_1997

Nenhuma viagem para o Rio seria completa sem a visita tradicional ao Corcovado, onde Cristo vive. Como a Bíblia diz: Localização, localização, localização. Jesus era conhecido como um mestre de Feng Shui quando ele não estava servindo bebidas ou navegando. Que lugar, que vista em Cristo! Das muitas opções para chegar até o topo, é claro que escolhemos a mais difícil.

IMG_6127

Jack, Julia e eu partimos do Parque Lage, no lado sul, para seguir a trilha até o cume. A trilha passa por floresta densa, escura, cachoeiras pequenas, e barrancos bem íngremes. Mais difícil do que eu imaginava. Não encontramos quase ninguém fazendo o mesmo caminho, só algumas pessoas fazendo o caminho contrário, descendo, bem mais fácil, né! Como tínhamos resolvido sofrer por Cristo, seria a única maneira de nos arrepender por todos os nossos pecados.

Felizmente, Jesus acolhe a todos de braços abertos. Seus seguidores abrem seus braços também, mas principalmente usam seus bastão de selfie. Pode ser um pouco difícil para obter uma boa foto com Cristo com tanta popularidade. Chegamos ao topo a tempo de ver o pôr do sol, mas não tivemos muito tempo para ficar lá em cima, tivemos que descer logo. A visita é encerrada acho que as 6pm. Seria melhor começar a trilha em torno de 2pm, daí você teria mais tempo para apreciar a vista espetacular lá de cima. Não esqueça de levar uma blusa de frio! É bem frio lá em cima depois do por do sol.

IMG_2011IMG_2044

Para a volta, uma vez que era noite, pegamos o trenzinho para baixo, que te deixa na estação final, Cosme Velho.

IMG_6210IMG_0876

IMG_0860No dia seguinte, voltamos nossas cabeças para cima novamente, mas para um tipo diferente de vista. Cerca de 7 vezes por século, o planeta Mercúrio passa diretamente entre a Terra e o Sol. Nós tivemos a sorte de testemunhar este raro acontecimento no Museu de Astronomia do Rio, em 9 de maio de 2016. Em qualquer outro dia, o museu vale uma visita, com sua vasta coleção de aparelhos científicos antigos, numerosos telescópios e observatórios em cúpula. Neste dia especial, o gramado da frente estava cheio de voluntários que explicavam os fenômenos solares para adultos, crianças e até mesmo um pequeno grupo de soldados.

Com isso, nosso tempo no Rio se esgotou rapidamente. Com voos comprados para a Amazônia é hora de ir para casa fazer as malas para uma parte muito diferente da nossa jornada. Bem-vindo à Selva: próxima parada, Manaus – Amazonas.

Preços

  • Caixa Cultural: muitos eventos de graça, cinema R$4 (€1).
  • Centro Cultural da Justiça Federal: Grátis!
  • Copacabana Palace cocktails: A partir de R$60 (€15) 
  • Entrada para o Corcovado: R$12 ou R$24 (€3 ou €6) dependendo do horário.
  • Trem para o  Corcovado: R$56 or R$68 (€14 ou €17) (retorno) depende do horário. Ou metade do preço só para um bilhete.
  • Museu de Astronomia: Grátis!
Advertisements