Quarta-feira passada, dia 16 de Março, deixamos João Pessoa pare entrarmos no interior da Paraíba, rumo ao Sertão. Nosso primeiro destino: A Pedra de Itacoatiara ou ” Pedra do Ingá”, um monumento super antigo de significado incerto. Ele fica no centro de uma bacia hidrográfica, e está surpreendentemente bem preservado para algo de milhares de anos, e muitas vezes submerso em água corrente.
As esculturas podem representar objetos astronômicos, símbolos da agricultura ou cerimônias das pessoas que o criaram. De qualquer maneira, a 3m de altura x 50 m de largura, é uma única pedra gigantesca, e muito impressionante de se ver.
O acesso é apenas por visita guiada, mas a taxa é apenas uma pequena doação. A estrada para a cidade de Ingá em si é uma boa diversão, uma vez que você sai da estrada principal, tem um pouco de seus “monumentos antigos” …
Dodgy Arch
… E as pessoas locais são super simpáticas!
Nós dirigimos por algumas horas mais, deixando a região verde do Agreste, e entrando no Sertão árido. Passando por Boqueirão no caminho, e parando em uma montanha sagrada para obter alguma inspiração, chegamos a Cabaceiras por volta das  quatro horas da tarde.
IMG_0858
Cabaceiras, onde ficaríamos esta noite, é conhecida como a “Hollywood do Nordeste”. Ou, como seria escrito em Nordestino, “Roliúde Nordestina”.
IMG_0891
Cabaceiras pareceu bem parada durante a nossa visita. Não foi tão fácil achar acomodação, ficamos limitados a duas escolhas, mas com um preço acessível de R$ 80 (€ 20) para o quarto / noite na Pousada Cariri. Alimentação no entanto foi muito barato, o rústico “Restaurante Amizade” dirigido por Sandra, nos fez uma sopa muito saborosa & um sanduíche por menos de R $ 10 (€ 2,50) cada um. Este é o local onde os policiais locais jantam, nada de turístico .
Também vale a pena lembrar que nas pequenas cidades do nordeste o Banco pode não estar disponível. Então, traga dinheiro! Em Cabaceiras, o Banco do Brasil estava fechado, recentemente foi roubado! (Será que os policiais estavam muito ocupado, apreciando seu jantar lá na Sandra?)
Vários filmes foram feitos aqui desde a década de 1980. Provavelmente o mais famoso, é “O Auto da Compadecida”, de 2000.  Com o nosso grande amigo Chicó sempre dizendo “Não sei só sei que foi assim” no fim das suas historias mirabolantes. Se você gostaria de ver como é a vida em uma cidade pequena no nordeste, o museu da cidade tem um pequeno acervo de objetos, e fotos das várias produções locais, e há um museu do cinema também.
IMG_9163
Uma vez por ano, Cabaceiras tem o festival do “Bode Rei”. Que por coincidência existe um festival incrivelmente semelhante  na Irlanda, o  “Puck Fair” Killorglin. Com bodes e cabras coroados e tudo mais. Na verdade, se você trabalha na Prefeitura de  Kerry ou Cabaceiras, eu aconselho estudar as semelhanças da festa e talvez fazer uma união dos costumes. Acho que seria uma ótima ideia. Imagina só uma festa Brasileira & Irlandesa.
Advertisements