A cidade de Ouro Preto há tempos atrás era a capital do estado de Minas Gerais- antes de se tornar muito pequena, e por ser rodeada por montanhas dificultava o acesso então foi transferida para Belo Horizonte.

Hoje, Ouro Preto mantém toda a grandeza e a riqueza da idade dourada. Com suas ruas de paralelepípedos e muitas igrejas barrocas, super ricas em detalhes, com uma próxima semelhança com aquelas que encontramos em DiamantinaTiradentes, e Congonhas.

IMG_0124

Chegamos tarde da noite, como de costume com nenhuma ideia onde ficar, depois de nossa viagem através das montanhas de Tiradentes. Sendo os bons estrategistas que somos, nosso objetivo era mapear o terreno, e formam uma estratégia. Tivemos tudo. Uma boa vista sobre a praça principal, uma vista geral da cidade e a força do 3G em nossos telefones. Uma furiosa batalha com o Google seguiu. O vencedor foi Buena Vista albergue. Grande, espaçoso e confortável, tivemos o lugar quase para nós, por ser no meio da semana.

Processed with MOLDIV

A praça principal foi virada completamente de cabeça para baixo com a construção de um palanque, para a famosa cerimônia de entrega das “Medalhas da Inconfidência“. Elas são concedidas pelo governo do Estado de Minas Gerais para personalidades locais e internacionais de destaque, pelos seus serviços prestados a sociedade. Em 2016, um dos homenageados foi o ex-presidente do Uruguai, José Mujica. Ele é uma figura bastante popular entre os jovens da América do Sul, depois da abordagem liberal e pragmática do seu governo em questões como a legalização das drogas.

IMG_0057

Ouro Preto tem muitas igrejas! Depois de Tiradentes e Congonhas, o Jack estava esgotado delas. Eu ainda tinha alguma energia sobrando, mas há apenas algumas relíquias religiosas que uma pessoa pode guardar na memória. Tempo para uma mudança de cenário. Em um buraco no chão!

Ouro Preto, e a cidade vizinha de Mariana, tem algumas das mais antigas minas com acesso ao público no Brasil, visitamos uma colina acima do centro da cidade. Não é uma visita que vai mudar a sua vida, mas vai te dar uma base de como eram as condições de superlotação, húmidas e perigo nas mina. Os escravos que foram forçados a servidão aqui só iriam durar alguns anos, antes que o risco de acidentes, contaminações e doenças inevitavelmente os pegassem para pôr fim a suas vidas. Muitas dezenas de milhares de pessoas morreram dessas condições desumanas de trabalho. E agora vamos tirar selfies neste lugar.

IMG_0050

De volta à cidade, no final dos anos 1700, alguns dos da classe alta local estavam muito descontentes com a forma como o Império Português tinha vindo a tratar os seus rendimentos a partir destas minas. Por conta das dificuldades financeiras na Europa começaram a ser exigidos cobranças de impostos de mineração mais elevados sobre as colônias. Isso nos anos após as revoluções americana e francesa, foi um caminho arriscado! Algo estava prestes a explodir!

IMG_0116

Um grupo de revolucionários planejaram tomar a cidade em 1789, aproveitando a data do pagamento dos impostos as autoridades portuguesas. Seu objetivo era uma república independente, livre do domínio da velha Europa. Infelizmente para os conspiradores, eles foram traídos e presos antes que eles tivessem sua chance. Surpreendentemente, nem todos foram executados. Vários foram exilados para outras partes do Império Português, a Angola, em particular. Muito parecido com os republicanos irlandeses em 1916, sua tentativa falhou, mas a memória de seu esforço inspirou gerações posteriores para libertar a nação. Hoje, essa conspiração, a “Inconfidência” é um marco na história do Brasil, reconhecida como a primeira tentativa de formar uma identidade nacional distinta do poder colonial.

IMG_0130

O Museu da Inconfidência domina a praça principal em Ouro Preto. Ele mantém um panteão dos heróis executados, e um museu de história regional. Infelizmente é um pouco curto em detalhes quanto ao que os revolucionários queriam, ou planejavam fazer, então eu tive que acompanhar on-line para entender mais plenamente. Porém o panteão, é muito bem junto, impressionante, imponente e respeitoso.

museu-da-inconfidencia-8148-panorama
Image from Planedia.com
Vale a pena uma visita também ao Museu Casa dos Contos, e apenas descendo a colina, regido pelo Banco Central do Brasil. Se você gostar de ver a história de um país demonstrada através de décadas de hiperinflação, desvalorização e várias mudanças de moeda, é bem interessante. Felizmente, desde 1994, o real só perdeu 25% do seu valor contra o Dólar Americano, por isso está indo muito bem, em comparação com as moedas anteriores. Ele está instalado em um prédio que também fazia parte do administração colonial, usado para medir e calcular a produção do ouro na região.

Nosso noite tranquila no dormitório hostel foi encerrada às 6am, por um bando de muito bebidas francesas retornando de sua noitada. Não há despertador melhor do que gargalhadas e bêbados gritando “Sssshhhh!” um para o outro, no volume máximo. Elas estavam em um das “Republica“, que são muito popular em Ouro Preto. Semelhante a fraternidades americanas ou irmandades, são casarões com uma penca de estudantes, todos têm um símbolo, cores e longas histórias. Durante o carnaval, eles organizam festas e blocos, alugam quartos para turistas e vender bebida nas ruas. Conseguem juntar uma grana bem legal para farrear o resto do ano quase de graça.

IMG_0127

Depois do nosso adorável despertar, partimos no trem para Mariana. Esta é uma cidade menor, também cheia de igreja próxima ao vale de Ouro Preto, a poucos quilómetros de distância. Embora inegavelmente encantadora, não é particularmente interessante se você já viu Ouro Preto. A viagem de trem é cara, mas vale a pena para ver a vista ao longo do caminho:

Nós encontramos algumas galinhas durante nossas viagens, não é estranho vê-las vagando por todos os lados, bicando e siscando por onde passar. Em Mariana, um dos moradores tem o hábito de levar o seu galo para o bar, sempre que o seu time local joga. Obviamente, o mascote do time é um galo.

IMG_5881

Eu adoraria ser uma mosca na parede, no dia em que seu dono decidiu levar o Sr. Squawk para o bar no primeiro dia. Ou melhor, o dia em que tirou tempo para costurar uma camisa de futebol para ele, e fazê-lo vestir para um passeio. Deus te abençoe, você é louco bastardo.

IMG_1556 (1)

Última noite na cidade, demos uma volta em torno da praça à procura de um bar. Enquanto Ouro Preto tem uma grande selecção de restaurantes de luxo gourmet, bares e clubes de rock só para convidados, não achamos nenhum buteco sujo para jogar um papo fora com os locais. Nós nos contentamos com lanchonete, onde um homem bastante embriagado, mas super bem vestido e educado se convidou para se juntar a nós na mesa. Ele parecia ser um músico em um clube de jazz. Originalmente de Ouro Preto, mas viveu durante anos na Suíça, França, e agora Argentina, ele quase se esqueceu como falar Português corretamente. Agora, um estrangeiro em seu próprio país, ele nos disse que ele tem um pequeno hotel em uma famosa estância de esqui nos Andes argentinos. Naturalmente, uma vez que está em nossa rota futuro, o pedi um trabalho! Vamos ver se dá certo, quando chegamos lá em 6 meses.
Sempre bom manter nossas opções abertas!

Preços

  • Hostel Bela Vista – R$40 / €10 pessoa / noite
  • Mina du Veloso – R$25 / €6.50
  • Museu da Inconfidência – R$10 / €2.50
  • Igrejas – R$10 / €2.50
  • Mariana Trem – R$40 / €10 bilhete de volta
Advertisements